A natureza da psicologia nos Ensaios filosóficos (1777) de Johann Nicolaus Tetens

  • Saulo de Freitas Araujo Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora
  • Monalisa Lauro Universidade Salgado de Oliveira, Juiz de Fora

Resumen

Apesar de pouco enfatizado na historiografia da psicologia, o século XVIII apresenta uma imensa riqueza de discussões fundamentais para a psicologia. Esse é o caso da obra principal de Tetens, Philosophische versuche über die menschliche natur und ihre entwickelung (1777). O objetivo do presente artigo é descrever as principais características do objeto e do método de investigação psicológica nessa obra. Em nossa análise, verificamos que, embora seja uma disciplina filosófica, a psicologia é um campo específico de conhecimento que se baseia no auto-sentimento. Além disso, apontamos algumas evidências textuais para sustentar a tese de que a psicologia empírica é, segundo Tetens, propedêutica à metafísica.
Palabras clave Johann Nicolaus Tetens, psicologia, introspecção, história da psicologia, filosofia da psicologia
Compartir
Cómo citar
Araujo, S., & Lauro, M. (2018). A natureza da psicologia nos Ensaios filosóficos (1777) de Johann Nicolaus Tetens. Revista de Psicología, 27(1), pp. 1-12. doi:10.5354/0719-0581.2018.50746
Sección
Sección Temática: Historia de la Psicología
Publicado
2018-09-24